DATA DE PUBLICAÇÃO: 08/10/2020
- Diminuir + Aumentar

Corda do Círio estará nas Paróquias

Foto: Luiz Estumano.
 
"Um grande rosário de orações e corações.”
 
Este ano o Círio será diferente, sem as procissões e os fiéis no caminhar das ruas históricas de Belém, mas será forte nos corações e lares dos paraenses, bem como de centenas de milhares de devotos espalhadas pelo mundo. E claro, seguindo todos os protocolos de segurança e, também, possibilitando ao máximo que todos vivam a sua devoção.
 
As principais celebrações do Círio 2020 não contarão com a presença do público, devido as normas de segurança e saúde. Porém, a organização da Festa de Nazaré busca manter ao máximo as celebrações tradicionais, mesmo com todas as limitações a devoção jamais deixará de existir. Este é um momento em que se vive fortemente a “Fé sem distâncias”, aproximando os féis, independentemente de onde estiverem à uma das maiores festas católicas do mundo.
 
Para que ninguém se sinta deixado de lado e que todos possam se sentir acolhidos por Nossa Senhora de Nazaré, um dos principais símbolos do Círio, a corda, que é carregada por milhares de fiéis nas procissões da Trasladação e o domingo do Círio, este ano não será dividida por estações, mas sim em partes iguais e distribuídas para as 95 paróquias da Arquidiocese, formando um grande rosário de orações e corações. Desta forma o Círio de Nossa Senhora de Nazaré chegará aos diversos bairros e municípios, aproximando a todos da devoção mariana.
 
A bênção da corda ocorrerá nesta sexta-feira (09) durante a Santa Missa de abertura oficial do Círio, com a apresentação do Manto de Nossa Senhora, na Basílica Santuário, presidida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa. As paróquias da Arquidiocese estarão representadas pelos Vigários Episcopais das oito Regiões Episcopais da Arquidiocese. No dia seguinte as paróquias receberão uma parte da corda, para que no domingo do Círio as suas celebrações sejam com entrada solene da Imagem de Nossa Senhora de Nazaré (da própria paróquia), envolto com a corta do Círio. “Um simbolismo de unidade de todas as igrejas da Arquidiocese, uma representação de um grande rosário de orações e corações”, conta Dom Alberto. Neste mesmo dia os fiéis podem pedir aos padres a dispensas das promessas.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade