DATA DE PUBLICAÇÃO: 06/07/2020
- Diminuir + Aumentar

José Gabriel Marruaz é o novo diácono da Arquidiocese de Belém

 

Fotos: Luiz Estumano.
 
No último sábado, 4 de julho, José Gabriel Cardoso Marruaz recebeu ordenação diaconal em celebração eucarística presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém e concelebrada por Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar de Belém e sacerdotes da Arquidiocese de Belém na Paróquia Santa Maria Goretti, no bairro do Guamá.
 
José Gabriel Cardoso Marruaz é natural da cidade de Vigia de Nazaré, 25 anos e 2013 entrou para o Seminário e passou sete anos estudando até ser ordenado diácono neste sábado. Cidélia Marruaz, mãe do Gabriel, conta que desde que criança manifestava o desejo de seguir o caminho da vocação sacerdotal. “Desde quatro anos de idade ele brincava com os santos da avó dele. Ele pegava os carrinhos, fazia musiquinha de banda, essas coisas e foi. Colocamos ele como coroinha, primeira comunhão, crisma e daí ele seguiu”.
 
Nos meses de julho e agosto ainda ocorrerão várias ordenações.
 
O Arcebispo de Belém destaca que as ordenações que serão realizadas durante os meses de julho e agosto é o reflexo da missão da Igreja que não pára. “A Igreja não para. A formação dos nossos sacerdotes, as ordenações e os diáconos que serão ordenados proximamente, entre julho e agosto, são quatro diáconos que serão sacerdotes no final do ano. Então são servidores do povo de Deus, servidores na palavra, na caridade, servidores no altar então é um sinal que a Igreja oferece para o mundo inteiro. A Igreja oferece essa presença para a sociedade. Então esse é o sentido de uma ordenação como essa hoje do diácono José Gabriel. Nós queremos manifestar a todos que nós continuamos vivos e presentes, fortes e servidores anunciando a boa nova do Evangelho”, enfatiza Dom Alberto.
 
Durante seu estágio pastoral, Gabriel passou pelas paróquias São Vicente de Paulo, situado no Paar; Nossa Senhora da Conceição, em Carananduba  (Mosqueiro) e Santa Maria Goretti. Atualmente, o diácono atua na Paróquia São Francisco, em Cotijuba.
 
Santa Missa foi realizada na Paróquia Santa Maria Goretti, onde Gabriel realizou estágio pastoral.
 
“Ao mesmo tempo que é um momento de alegria para nós é também um momento de sacrifício, porque queríamos que todas as pessoas que participaram da minha caminhada, da minha história estivessem aqui, mas não é possível, porque vivemos tempos confusos, mas sobretudo me uno aos meus irmãos que também disseram sim a Deus nesse momento. Não somos médicos físicos, mas médicos das almas, médicos espirituais, estamos aqui para isso”, detalha José Gabriel sobre a nova fase de sua caminhada.
 
Diácono Gabriel define sua missão como amor lembrando Santa Teresinha do Menino Jesus.“Salvar almas é uma consequência, mas eu quero que as pessoas conheçam Deus e se sintam amados por elas e pela Igreja. Esse é o meu desejo para que assim elas possam ser salvas. Conhecer a Deus, amar a Deus e amar a Igreja e perceber que amor recíproco que vem da Igreja. Então eu quero que com o meu testemunho, com a minha vocação também fazer Igreja e ao mesmo tempo amor. Santa Teresinha dizia ‘minha vocação é o amor e a minha também é o amor’”, finaliza.
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade