DATA DE PUBLICAÇÃO: 27/11/2020
- Diminuir + Aumentar

Advento, tempo de esperança e conversão diária

 

Foto: Divulgação
 
 
O período da espera e esperança invade nossos corações. A partir deste domingo (29), a Igreja católica começa viver um dos momentos mais importantes da fé, o nascimento do Menino Jesus, a vinda do Messias, nosso Salvador. Somos convidados a viver o período do Advento, em oração e conversão diária.   
 
 
O Advento tem como significado “Vir, chegar”, oportunidade que católicos têm de se preparar para celebrar o Natal, quando também se inicia o novo Ano Litúrgico. Até a chegada do Natal, são quatro semanas que a Igreja medita sobre a chegada do Nosso Salvador, e as duas últimas, se concentram nas reflexões sobre o nascimento de Jesus. 
 
 
Para viver o Advento de uma forma mais contemplativa as principais práticas, que a Igreja orienta aos cristãos, é a vigilância na fé, oração, conversão, assumir as próprias fraquezas, aprender acolher e realizar ações de caridade. “É um período muito salutar para podermos nos preparar para a grande festa do nascimento de Jesus Cristo, tendo em vista que o advento é preparação e ao mesmo tempo alegria para celebrarmos e promovermos a unidade cristã", destaca Padre Gelcimar Santos, pároco da Paróquia Divina Misericórdia.
 
 
Durante as celebrações, os fiéis vão observar que as vestes do sacerdote e toalhas do altar são roxas. E ainda, a ausência do cântico do hino do Glória. Todos esses sinais representam a espera que vivemos, com alegria, nos quatro domingos do Advento.
 
 
Neste ano os quatro domingos vão refletir acerca dos seguintes Evangelhos: 1° domingo - 29/11 - Marcos 13, 33-37: Vigiai: não sabeis quando o dono da casa vem; 2° domingo - 06/12Marcos 1, 1-8: Endireitai as estradas do Senhor;  3° domingo - 13/12 - João 1, 6-8. 19-28:  No meio de vós está aquele que vós não conheceis; 4° domingo - 20/12 - Lucas 1, 26-38: Eis que conceberás e darás à luz um filho.
 
 
 
Símbolos do Advento
   
Os simbolismos que marcam esse tempo do Advento como parte da tradição espiritual é a preparação da Coroa de Natal. Esta, é feita de ramos verdes, entre eles, no extremo da coroa, ficam distribuídas quatro velas: três velas roxas e uma rosa. Na igreja, geralmente, fica sob o ambão ao lado da Imagem de Nossa Senhora.
 
 
Quais os significados das cores da velas do Advento? - A liturgia da Igreja indica que a cor roxa representa as etapas da conversão, da vigilância na espera de Cristo. Já a vela rosa, acesa no terceiro domingo, sinaliza a alegria que está por vir com a proximidade do Natal de Cristo o Senhor.
 
 
Em relação aos significados das velas e o que sinalizam,  Padre Gelcimar Santos, explica  que “a vela nos faz lembrar do Círio Pascal que representa a ressurreição de Cristo. E no advento estas velas lembram que o Verbo se fez carne (cf. João 1,14), está por nascer. Dessa forma podemos ver na liturgia que a cor roxa tem um significado muito expressivo como ato de recolhimento, de purificação da vida pela justiça e pela verdade, nos instruindo para o itinerário do Senhor em cada domingo que antecede ao dia 25 de dezembro.” , afirma.
 
 
 
Presépio
 
O presépio teve sua tradição iniciada por São Francisco de Assis, em 1223, período que Francisco foi a Roma visitar o Papa Honório III, e solicitou ao Pontífice permissão para a construção de algo que lembrasse a cena do nascimento do Menino Jesus. E no ano de 1224, no dia 24 dezembro, foi feito o primeiro presépio da história. A respeito do papel catequético e evangelizador do presépio, Padre Gelcimar Santos, nos lembra: “A representação do presépio tem o intuito de mostrar o nascimento de Jesus, e ver a mensagem com seus significados de humildade e simplicidade trazido pelo nascimento Menino Jesus”, destacou. 
 
 
Oração para rezar todas às vezes ao acender a vela do Advento 
 
“Senhor, a terra se alegra nestes dias, e tua Igreja transborda de gozo diante do teu Filho, nosso Senhor, que chega como luz esplendorosa, para iluminar os que jazem nas trevas da ignorância, da dor e do pecado. Repleto de esperança em tua vinda, teu povo preparou esta coroa e a enfeitou com carinho. Neste tempo de Advento, de preparação para a vinda de Jesus, nós te pedimos, Senhor, que, enquanto cresce a cada dia o esplendor desta coroa, com novas luzes, que Tu nos ilumines com o esplendor daquele que, por ser a Luz do mundo, iluminará toda escuridão. Ele que vive e reina pelos séculos sem fim. Amém!”
 
 
 
 
 

Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade