DATA DE PUBLICAÇÃO: 18/03/2021
- Diminuir + Aumentar

Missas públicas suspensas em Belém

Foto: Divulgação.
 
"Estão suspensas desde o dia 16 de março todas as celebrações públicas da Santa Missa, enquanto durar o lockdown decretado pelas autoridades competentes, ao qual aderimos no sentido do bem comum e preservação da vida”, anuncia a Arquidiocese de Belém do Pará por meio de comunicado oficial para o povo de Deus no último dia 15. 
 
A decisão do Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, considera que “dada a evolução atual dos números de casos de infecções pelo novo coronavírus, bem como as ações promovidas pelas autoridades de saúde e sanitárias, considero que não podemos mais adiar decisões”. 
 
As orientações arquidiocesanas se estendem também ao presbitério e aos movimentos, pastorais e serviços. “Ficam suspensas, até nova orientação, todas as reuniões presenciais, inclusive do presbitério, assim como outras atividades, inclusive a catequese e encontros de pastorais, grupos e movimentos”.
 
O comunicado para os idosos é que eles evitem sair de casa. O lockdown abrange a Região Metropolitana de Belém, e inclui a localização das comunidades diocesanas no mapa pandêmico.
 
CELEBRAÇÕES PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA ARQUIDIOCESE 
 
O Arcebispo Dom Alberto determina que enquanto durar o lockdown “as paróquias que tiverem equipamentos adequados, transmitam celebrações reservadas, através de mídias sociais. Para tanto, contamos com o discernimento e o bom senso de nosso presbitério”.
 
A própria Arquidiocese de Belém toma para si a responsabilidade de transmitir as celebrações eucarísticas. “Teremos três missas diárias transmitidas pela TV Nazaré, Rádio Nazaré FM e Portal Nazaré, celebradas em local reservado, às 7h, 12h e 18h. No sábado e no domingo, Missas pela TV Nazaré, às 18 horas”, informa o Arcebispo Dom Alberto.
 
PRECEITO DOMINICAL DISPENSADO
 
A participação dos fiéis na Santa Missa está profundamente ligada à participação no sacrifício de Cristo vivida no momento da Sagrada Comunhão. Mas, sem poder ir às igrejas, impedidos pelas medidas sanitárias determinadas pelas autoridades com o lockdown, o Arcebispo Dom Alberto conforta o seu rebanho: “até que se encerre o período de lockdown, todas as pessoas estão dispensadas do preceito dominical, podendo acompanhar a Santa Missa pelos meios de comunicação”.
 
IGREJAS SEM AGLOMERAÇÕES DE FIÉIS 
 
Atividades religiosas são reconhecidas como essencialidade no Pará, de acordo com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Lei estadual 9.147, sancionada a 23 de novembro de 2020 e, por essa razão, as igrejas não fecharão totalmente. 
 
A Arquidiocese de Belém assegura aos fiéis que “as igrejas permaneçam abertas, limpas e arejadas para a oração pessoal, adoração e visita ao Santíssimo Sacramento”. 
 
A presença de fiéis em grande número não poderá ocorrer nas igrejas em outras ocasiões, além da Santa Missa. Estão suspensas também “outras celebrações, como novenas e festividades, até novas e desejadas determinações diferentes”, determina o Arcebispo Dom Alberto. 
 
RECOMENDAÇÃO: IDOSOS E GRUPOS DE RISCO
 
O comunicado para os idosos é que eles evitem sair de casa, assegurando-lhes que estão livres do preceito dominical. “Recomendamos, vivamente, que os idosos permaneçam em suas casas e não se dirijam às igrejas de forma alguma”. 
 
Os idosos são parte do grupo de risco ante a pandemia. “Estes e outras pessoas que fazem parte do grupo de maior risco para desenvolver formas graves da doença. Podem acompanhar as celebrações litúrgicas em suas casas, através de nossos meios de comunicação, até que seja superada a pandemia. Sintam-se tranquilas no que diz respeito ao cumprimento do preceito dominical”.
 
IGREJA DOMÉSTICA
 
O afastamento da igreja por força do lockdown favorece, mais uma vez, a vida cristã na Igreja doméstica, ressalta o Arcebispo Dom Alberto. “Incentivamos as práticas de piedade em família – “Igreja Doméstica”. 
 
A igreja, em família, pode viver a “recitação do terço, novenas, Via Sacra, leitura orante da Palavra de Deus”, recomenda Dom Alberto, referindo-se às Sagradas Escrituras. “Além disso, lembremo-nos da Palavra do Senhor: ‘Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai que está no escondido. E o teu Pai, que vê no escondido, te dará a recompensa’ (Mt 6,6).
 
LOCKDOWN E PENITÊNCIA: ABSOLVIÇÃO GERAL 
 
O lockdown ocorre em plena quaresma, momento em que a Igreja vive um tempo penitencial e de conversão. E visando fortalecer a piedade entre o povo de Deus, a Arquidiocese de Belém informa que “para a celebração do Sacramento da Reconciliação, faz-se necessário ter os devidos cuidados com a proximidade do confessor e do penitente”. Assim, “durante este período, ficam as paróquias autorizadas a usar a terceira forma do Sacramento da Penitência, que comporta absolvição geral, sempre observando as normas constantes do Ritual do Sacramento da Reconciliação”.
 



Outras notícias
2010 fundacaonazare.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade